JANAÍNA E LUIZ HENRIQUE - SETEMBRO 2014


No fundo do meu coração, eu sabia que ela seria a pessoa definitiva em minha vida...
Paz seja convosco, irmãos do Amor Em Cristo! Sou Luiz Henrique, tenho 31 anos, venho por meio deste site testemunhar algo extraordinário que ocorreu tanto em minha vida quanto da minha esposa. No dia 25 de julho, fez quatro anos que eu e minha esposa nos conhecemos neste site maravilhoso...

Havia chegado no interior do Estado de São Paulo recentemente. Morava com minha avó. Não conhecia absolutamente nada nessa cidade. No máximo, conhecia o caminho para o meu trabalho...

Já havia conversado com muitas mulheres no AmorEmCristo.com, mas nenhuma dessas relações foi adiante...

Lembro-me que antes de ir a um retiro espiritual de jovens em 2010, encontrei uma moça muito maravilhosa no site. Ela me chamou muita atenção pelo fato de além de ser bonita, era da mesma igreja que eu. Porém, ela morava em outra cidade. Mesmo assim, a chamei para um bate papo. Contudo, não obtive resposta alguma por parte dela mesmo com várias tentativas. Não me conformando com a situação, deixei-lhe um recado em sua caixa de mensagem...

Segui para o retiro, fiquei no acampamento por uns quatro dias. Estava sem acesso à internet durante o retiro. Voltando do acampamento, acessei minha conta. Para minha surpresa, vi um recado vindo dela. Foi uma euforia total! No mesmo instante, deixei um recado para ela, combinando de nos encontrarmos em um determinado horário, para conversarmos online. Não deu outra, passei a conversar com ela todos os dias na hora do meu almoço no serviço.

Minhas horas de almoço eram corridas só para ter o prazer de me corresponder com ela. Passado um mês, combinamos nosso primeiro encontro. Tendo chegado o grande dia, combinamos no terminal rodoviário da Barra Funda, zona oeste de São Paulo. Recém-chegado do interior, morando na zona sul de São Paulo, e ainda com um sotaque meio interiorano, resolvi encontrar com minha amada. Como morava com a minha vó, que era viúva, tive de convence-la, pois por ela nem saia de casa, tinha medo que eu andasse sozinho pela cidade. Só havia comentado com ela que havia conhecido uma moça, que ela morava longe e era uma moça cristã...

Após ter superado esse primeiro desafio, sai de casa bem cedo num domingo ensolarado. Peguei ônibus e metrô para chegar ao local determinado, mas para mim a distância não era problema. Por fim, nos encontramos do jeito certinho que havíamos descrito. Cheguei uns minutos antes, na expectativa de encontrar-me com ela. Sentado no banco, contando as horas e os minutos, não me contentando liguei para ela, e por um instante achei que ela havia desistido. Eu já tinha tido tantas frustrações amorosas, e não queria que ela fosse mais uma, afinal nosso relacionamento já estava criando raízes. Para minha alegria, ela disse que já estava quase chegando. Fiquei mais aliviado e fiquei no aguardo...

Finalmente, ela apareceu na minha frente. Procurei ser o mais sincero e transparente possível e ela também. Após uma breve troca de olhares, demos um abraço apertado – porém tímido – e seguimos para casa dela, a fim de conhecer seus pais. Tinha outro desafio a superar, ou seja, como encarar os pais dela. Fiquei receoso e tímido, creio que nós dois. Ela também passara por outras frustrações amorosas. Eu queria provar para ela que era tudo aquilo como havia descrito. Que eu era um cara sério e que buscava um compromisso igualmente sério. Nunca brinquei com sentimento de ninguém e não queria perder mais tempo. Queria uma pessoa para viver o resto de minha vida. Enquanto pegávamos a condução, fui abrindo meu coração, contando quem eu era e o que gostava de fazer. Ela com poucas palavras, foi abrindo seu coração também...

Além da beleza exterior dela, o que mais me chamou atenção foi a beleza interior. Creio que ela era "a moça", "a Rebeca" que o Senhor havia preparado para minha vida. Tive paqueras, mas namorada, essa era a primeira.

Deus sabe a sinceridade de minhas palavras. Não tivemos vergonha de dizer que quando nos conhecemos éramos ambos virgens. No fundo do meu coração, eu sabia que ela seria a pessoa definitiva em minha vida...

Chegamos a casa dela, assim tive a oportunidade de conhecer os pais dela, e toda sua família. Foi uma tarde muito agradável. Apesar de me acharem legal, no começo estranharam o fato de termos nos conhecido por um site de relacionamentos. Alguns nem acreditaram que poderia dar certo, mas o nosso amor falava mais alto, e não nos importamos com as críticas de nossos amigos e familiares, pois parecia que nos conhecíamos há anos...
Tínhamos gostos diferentes, mas a afinidade era compatível. Na despedida do nosso primeiro encontro, ela achou que talvez não quisesse nada sério, mas esse foi apenas o primeiro de muitos encontros. Após vários encontros e durante vários passeios, podemos nos conhecer melhor.

Como trabalhava num hipermercado com uma escala de trabalho movimentada, ao mesmo tempo morando longe, só podia visitar ela duas vezes por mês. A ansiedade era grande! Não parávamos de trocar mensagens. Nessa época ainda não existia o WhatsApp. Tinha que carregar meus créditos dia após dia para falar com ela. Trocávamos palavras de amor e carinho até altas horas da madrugada.

Também pude apresentá-la minha avó paterna, meus pais e outros familiares que moram, até hoje, no interior de São Paulo...

Tinha medo de ter a rejeição dela, pelo fato de ter poucos familiares. Meus pais achavam essa questão de relacionamento virtual difícil de conciliar, mas no fim eles concordaram...

Quatro meses depois, pedi, para seus pais, sua mão em casamento. Todos ficaram estarrecidos, inclusive ela. Para minha alegria ela aceitou!

Antes de nos casarmos, fizemos um curso de preparação para casais. Foi uma experiência tremenda! Foi uma testificação do Senhor...

No dia 9 de abril de 2011 nos casamos. Moramos em SP até nos mudarmos para o interior, onde tivemos nossa filha, que hoje tem 2 aninhos...

De volta à São Paulo, com a graça de Deus, temos uma vida abençoada!

Louvo e agradeço ao Senhor pela família maravilhosa que Ele nos deu. Se eu tivesse desistido, não teria essa história para lhes contar. Poderia ter sido com outra pessoa? Poderia... Mas Deus sabe o que faz. Ele prepara a pessoa certa e no tempo certo. Mas uma vez AmorEmCristo.com, tenho o prazer de deixar esse testemunho, mostrando que hoje temos um grande fruto, ou seja, a nossa filha Gracyele.

Muito Obrigado mesmo.

Luiz Henrique Rodrigues