BETE E MUNIZ - SETEMBRO 2014


Cadastrei-me acreditando que seria mais fácil formar amizades, do que encontrar um namorado firme...

Cadastrei-me acreditando que seria mais fácil formar amizades, do que encontrar um namorado firme...

Cadastrei-me acreditando que seria mais fácil formar amizades, do que encontrar um namorado firme...
Reconheço que não acreditava em relacionamentos pela internet. Cadastrei-me acreditando que seria mais fácil formar amizades, do que encontrar um namorado firme...

De qualquer forma, conheci alguém. Apesar de ser uma pessoa maravilhosa, não tocou meu coração. Em janeiro de 2011, olhando fotos e perfis, observei um varão cujo sorriso era bem bonito; fato que comentei com minha filha. Porém, observei que era de outro estado, do Espirito Santo, enquanto eu era de São Paulo...

De começo me pareceu quase impossível seguir adiante. Como havia visitado seu perfil, ele me enviou uma mensagem, que acabei respondendo. Dali para frente passamos a nós corresponder por mensagens, até que um dia, ele me pediu meu telefone. Não demorou sequer um minuto, e lá estávamos conversando. Eu podia ouvir sua voz. Passamos a nos comunicar todos os dias por horas a fio, as vezes durante toda a madrugada...

Fui conhecê-lo pessoalmente no dia 13 de fevereiro. Queria me sentir mais segura dessa iniciativa. Assim, fui conhecer a sua mãe, que morava também em SP, antes de ir para Vitória. Confesso que fiquei em dúvida, receosa de ir a seu encontro, mas já estava na estação da Luz, quando resolvi que não voltaria atrás. Fui a agência, e comprei minhas passagens. Tinha apenas dois dias de folga, e não poderia chamá-lo de meu namorado sem conhecê-lo pessoalmente...

Cheguei no aeroporto. Não sei quem estava mais nervoso e ansioso. Naquele dia fomos a praia, e também conheci seus dois filhos...

Já temos mais de três anos de namoro. Devido a distância, há dias que dói o peito de tanta saudade. Ficamos ligados pelo telefone durante todo o tempo possível, e quando as tarifas aéreas permitem, fazemos uma visita. Mesmo assim, há vezes que ficamos quase três meses sem nos vermos...

Estamos aguardando, esperando uma resposta. Assim que Deus permitir a sua vinda definitiva para São Paulo.

"E esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve.” 1 João 5:14

Bete e Muniz