PATRÍCIA E FELIPE - MAIO 2010


Só havia lágrimas de alegria e júbilo ao Senhor, afinal eu sabia tudo o que tinha acontecido em minha vida e me ver ali, no altar, com um homem maravilhoso e cristão era a prova mais transparente que Deus ouviu o clamor mais escondido do meu coração.

Só havia lágrimas de alegria e júbilo ao Senhor, afinal eu sabia tudo o que tinha acontecido em minha vida e me ver ali, no altar, com um homem maravilhoso e cristão era a prova mais transparente que Deus ouviu o clamor mais escondido do meu coração.

Só havia lágrimas de alegria e júbilo ao Senhor, afinal eu sabia tudo o que tinha acontecido em minha vida e me ver ali, no altar, com um homem maravilhoso e cristão era a prova mais transparente que Deus ouviu o clamor mais escondido do meu coração.
Queridos do Amor em Cristo,

Como em tantas outras histórias, a minha também é de vitória no final.

Conheci o site AmorEmCristo.com através de uma conversa informal na “Expo Cristã”. Uma amiga me contou de outra pessoa que iria se casar naquele dia (sábado), e ela precisava ir ao casamento. Isso aconteceu em 2006/2007. Ouvi a história e ficou por isso mesmo, afinal não acreditava em finais felizes sem site, então imagina com internet...

Venho de berço Cristão, mas me afastei no final de 1998 e fui morar com uma pessoa que já gostava há muitos anos. Ele não era Cristão e nunca mostrou interesse em ser, mas no tempo achava que o amava. Foram três anos de muita tristeza e dor, apanhei e sofri calada, pois não queria que minha família soubesse. Até que fomos morar no bairro dos meus pais e, acompanhando minha vida, percebiam que algo estava errado. Neste período procurava forças mais uma vez de voltar aos poucos para a igreja. As coisas já não eram iguais no meu coração... Sentia muita vergonha de tudo que estava passando e sabia que minha mãe orava por mim. Sinceramente não acreditava mais em milagres, mas algo dizia que meu tempo com ele tinha começo e fim.

Em junho de 2002, este castelo satânico começou a ruir. Ele voltou a beber e a fumar e eu tinha prometido a mim mesma que não apanharia mais. No dia 25 de junho de 2002, coisas estranhas aconteceram e depois de um aceso de fúria, pedindo a droga que eu tinha jogado fora, jogou água quente em mim e me fez uma ameaça: que quando ele voltasse queria a droga dele. Até aquele momento, eu não imaginava que pudesse ter drogas também. Já era noite e estava sozinha em casa e, limpando o chão e chorando, clamei a Deus: “Senhor me mostre! Não agüento mais viver deste jeito!” Senti vontade de ir ao banheiro e, sentada, vi uma coisa branca grudada no chão. Imaginei que deveria ser creme dental e com o dedo raspei. E pra minha surpresa eram 2 saquinhos de cocaína. Neste momento perdi o chão. Chamei uma amiga evangélica e pedi ajuda. Me disse para pedir à Deus, mas imaginava que ele voltaria logo e que Deus estava tão distante que não daria tempo... Mas enfim falei algumas palavras que hoje não me lembro e nem acreditava naquela hora. Liguei ora minha mãe e disse palavras que também não me lembro! Passado alguns instantes sem que entendesse o que estava acontecendo, minha mãe gritou no portão. Minha amiga me disse Deus respondeu seu clamor! Tudo foi muito rápido. Minha mãe entrou com sacolas e começaram a esvaziar todas as gavetas. Eu não dizia nada, não sabia se era aquilo mesmo que eu queria, mas sabia que ele ia voltar e não queria morrer. Viajei as pressas para MG e voltei depois de uma semana. Queridos, no dia 9 de julho peguei tudo o que era meu da casa com escolta policial, pois estava jurada por ele. Voltei para igreja em agosto naquele mesmo ano e no aniversário da minha igreja conheci o Ministério JEAME, que cuida de crianças, adolescentes e jovens em situação de risco social na FEBEM e na Cracolândia. Estou no JEAME há 7 anos como missionária, tanto na FEBEM como no escritório.

Após 6 anos sem acreditar em amor, fui ministrada por meu pastor e algo começou a mudar em mim. Neste tempo, já tinha feito o cadastro no AmorEmCristo.com, mas não acessava! Afinal, não tinha interesse em conhecer ninguém.

Mas em 2008, a minha historia iria mudar... Já curada, sabia que precisava conhecer alguém e me lembrei do site. Entrei e comecei a entrar no Chat mesmo sem saber no que iria dar... Conheci o Felipe39 no dia 05 de junho de 2008. Ele é de Santos... Sinceramente, não apostei nenhuma ficha no começo... Mas ele gostou de mim e não desistiu de me conhecer melhor! E pela sua insistência, o meu sentimento também mudou e começou assim uma bela história de amor. Não é utopia! Somos a metade um do outro! Falo o que iria falar, isso quando não falamos juntos... É muito engraçado... Quando nos conhecemos, foi apenas para confirmar o nosso amor e compromisso. Ficamos noivos no dia 02 de janeiro de 2009. Conheci sua família, que também é toda evangélica. A história do Felipe é muita parecida com a minha, desde infância na igreja até as lutas do afastamento de Cristo.

Em 24 de outubro de 2009 nos casamos. Só havia lágrimas de alegria e júbilo ao Senhor, afinal eu sabia tudo o que tinha acontecido em minha vida e me ver ali, no altar, com um homem maravilhoso e cristão era a prova mais transparente que Deus ouviu o clamor mais escondido do meu coração. Sou grata à vocês, que foram instrumentos de Deus nessa historia e em tantas outras.

Felipe39, louvo a Deus em meu coração a cada dia pelos momentos que estamos passando juntos! Ter você como meu esposo é um presente de Deus. TE AMO, meu pequeno príncipe!

Patrícia Leonor Amorim - VIDABELA 09/05/2010

Beijos Mil! Que Deus continue a abençoá-los!

Patrícia Leonor Amorim